quinta-feira, 19 de setembro de 2013

Mudança de Sentidos (OMDMV)

Mova as peças de lugar. As sequencias da vida mudam constantemente, e sempre chega a hora em que é necessário repor algumas coisas e substituir outras.

Em realidade, somos mais do que conhecemos de nós mesmos, e muito mais do que uma simples imagem que os outros formam sem razão. O que as pessoas acham de nós não define nosso caráter, sabendo a realidade óbvia de que entre capas e máscaras, só o espelho pode refletir o real e não o que parece ser. Tudo o que vêem, não passa de simples gestos traçados por vários pontos de vista.

As pessoas julgam sem nos conhecer, e talvez isso mude algo em nós. Mas o que nos molda, de fato, são os confrontos com quem amamos. Quando começamos a nos tornar fugitivos do que realmente somos, devemos parar e pensar com sabedoria: Faz sentido se tornar outro, como parte de alguém que não te dá certeza de nada? Faz sentido encarar os fatos e derrubá-los como se fosse algo desprezível? A dúvida é traidora. E a certeza, por mais que pareça, não é passageira. Estar certo é ter um curativo para todas as dúvidas que sempre chegam.

É tempo de parar e olhar para dentro de você. Pense em você. Esqueça os outros por um instante, e reflita se é edificante o caminho por onde as situações têm te levado. Tristezas, mágoas, ilusões, decepções... Tudo isso nos sufoca, pois não há luz alguma. Sua vida é você quem faz, guiada por escolhas e seus efeitos. Escolha reverter. Escolha mudar. Seja corajoso, não egoísta. Mova as peças de lugar!

Texto de 2008, retirado do livro Os Melhores Dias da Minha Vida
Postar um comentário