terça-feira, 29 de janeiro de 2013

#GoodNightKarineDias - O Último Adeus

 Era um domingo nublado, mas quando acordei não imaginava o quanto isso iria me afetar. As redes sociais me apresentavam um fato triste, marcante. Uma cidade, Santa Maria, não seria mais a mesma. Nem o Brasil. Nem eu mesmo. O domingo para mim foi de poucas palavras, pouca graça e uma compaixão que doía. Mais de duzentas vidas se perderam. Mais de duzentos sonhos se tornaram pesadelo... Eu sentia que eu precisava fazer algo por aqueles jovens sobreviventes, e pelas famílias em luto. Eu queria orar, e ir além.

 Aquele dia acabou, e na segunda-feira eu acordei com uma esperança ardendo em mim. Havia conseguido ajudas inesperadas para criar uma ação de impacto nas vidas sobreviventes por algum propósito. Eu estava empenhado em agir, em chorar com os que choram. Então recebi uma ligação que me fez parte daquele luto, de fato. Eu havia perdido uma amiga. Karine Dias, a garota do amor infinito.

 Pensei no quão irônica a vida é. Enquanto eu me empenhava para ajudar a amenizar a dor de tantas pessoas tão longe de mim, pude sentir uma dor tão intensa quanto a deles. Enquanto ela voltava de um lugar para onde foi levar vida, ela não pôde chegar devido a morte... Por um momento eu fiquei sem ar. Por um longo momento eu chorei sozinho, me vi no escuro e senti um buraco se abrindo em mim. E tentando suportar a dor, enquanto os pensamentos em você me faziam lembrar que Deus sempre está no controle. Nunca senti tal dor. Nunca havia sido o primeiro a saber de uma morte. Além disso, eu tive que avisar os amigos, e isso é o que ainda mais dói: Dizer a quem a ama que a amiga não voltaria mais.

 Mas decidi ignorar. Não o fato de você ir embora, mas a dor que jamais irá. Sei que minha amiga preferia o meu sorriso às lágrimas, por isso farei o possível para deixar a dor de lado e mostrar o sorriso que você sempre mereceu. Além do mais, se Deus quis a sua vida perto dEle, quem somos nós para ir contra?! Isso seria egoísmo com o nosso Pai.

 Estou feliz porque a vida chegou àquele lugar com ela, juntamente àquela equipe de missionários. A vida de Deus impactou aquela cidade, e a água tão rara desceu. Depois do clamor daqueles que se importaram e se dispuseram, a chuva caiu dos céus, natural e sobrenatural. Ao me lembrar disso, o nosso amigo Espírito Santo me confortou ao dizer que você está eternamente satisfeita com o que viveu e completa onde está.

 Enfim, sei que a dor permanecerá, mas a vida que você deixou em mim será mais forte. Você acreditou no 'tg' mais do que eu mesmo, e sonhou comigo como se fossem sonhos seus. Prometo correr atrás das realizações de Deus, para honrar quem você foi e o quanto acreditou, embora eu seja um pouco menor agora. Bem como disse John Donne: 'A morte de qualquer homem me diminui, porque sou parte do gênero humano...' Me lembrarei de adorar a Deus na dor, de sorrir quando a vontade for chorar, de voar o mais alto que eu puder, e de que Deus está sempre no controle!

E pra terminar, o seu último tweet, adaptado:

'Sentirei saudades dessa garota alegre e nada pacata, onde as janelas da alma (seu sorriso) sempre estiveram abertas durante as noites da vida...'

Jamais me esquecerei que somos INFINITOS!


Postar um comentário